terça-feira, 11 de novembro de 2014

Quem povoa os meus mais terríveis pesadelos


Credito da foto: uipi.com.br

Tem gente festejando mais uma quebra de recorde da safra de grãos brasileira.

Não interessa aqui a numerologia em não sei quantas toneladas.

Interessa a safra e o festejo.

Duas figuras sempre povoaram os meus pesados: homens de terno e gravata, e mulheres que falam aos berros.

Fora da cama fujo dessa gente.

Crédito da ilustração: www.ovosmexidos.com.br
Gente que festeja que o Brasil quebra, ano a ano, o recorde da safra de grãos acaba de entrar nessa listinha. Quero essa gente bem longe de mim.

Fico melhor a lado das plantas e dos animais derribados e destruídos pelo avanço da agricultura e da pecuária Brasil a dentro.

Fico ao lado das centenas de povoados que estão desaparecendo neste interiorzão pelo avanço da agricultura e da pecuária Brasil a dentro.

Fico lado das milhões de pessoas que ainda migram, acossadas que estão pelos recordes de grãos.

Fico ao lado da cultura tradicional que está desaparecendo para dar lugar às oleaginosas, tratores e óleo diesel, do avanço da agricultura e da pecuária Brasil a dentro.


Fico ao lado dos índios, dos ribeirinhos, dos quilombolas, das gentes pobres que continuam pobres com muita dignidade, sim senhores e sim senhoras, mesmo acossados e humilhados pelo avanço da agricultura e da pecuária Brasil a dentro.


Essas gentes todas não me dão pesadelos. Muito pelo contrário. Me dão prazer e muita felicidade.

Nenhum comentário:

Postar um comentário