sábado, 29 de novembro de 2014

Isa e os céticos



O mestre Jalaludin e outros contam que, certo dia, Isa, o filho de Míriam, caminhava pelo deserto próximo de Jerusalém com um grupo de pessoas nas quais a cobiça ainda estava muito enraizada. Rogaram a Isa qua lhes revelasse o “nome secreto” com que ele revivia os mortos.

E ele respondeu: “se lhes disser, abusarão dele”.

“Estamos prontos e preparados para receber tal conhecimento... além do mais, irá reforçar nossa fé”, responderam a Isa.

“Não sabem o que estão pedindo”, replicou Isa, mas mesmo assim lhes disse qual era a palavra.

Pouco depois, o grupo seguiu por um lugar deserto quando se deparou com um monte de ossos descarnados: “testemos a palavra” , e assim o fizeram.

Mal a palavra foi pronunciada, os ossos se recobriram de carne e se transformaram novamente numa voraz besta selvagem que os destroçou.

(conto/parábola sufi)

Nenhum comentário:

Postar um comentário