domingo, 1 de junho de 2014

A melhor expressão da língua portuguesa é “foda-se”


Crédito da ilustração: loseymeimporta.blogspot.com

Você pode usá-la em qualquer ocasião.

Teu pai está enchendo o saco e quer que você trabalhe? “Foda-se!”

Seu patrão é um nazista idiota? “Foda-se!”

Sua namorada é uma chata cheia de dedos e diz-que-diz? “Foda-se!”

Os povos de língua inglesa usam “fuck you”.

É restritivo. É o cara querendo que o outro ”se foda”. A beleza da expressão em português é que ela é reflexiva: o cara fode e é fodido ao mesmo tempo.

A expressão vem do atol sexual: homem com mulher, mulher com homem, homem com homem, mulher com mulher... não importa.

Deveríamos todos transar, trepar, foder todos os dias, mas não fazemos.

Temos milhares de razões e de desculpas para isso, as duas principais são “falta de tempo” e “solidão”.

Papo furado: “foda-se!”.

O ato sexual hetero e o homo deveria ser a nossa única especialização.

Os homens, no geral, são ruins de serviço: grosseiros, apressados, ansiosos.

Tem uma explicaçãozinha (mas que não vale como desculpa): se as preliminares demorarem muito o cara acaba ejaculando na calça, na cama, no carro.

E depois? Como voltar a levantar o mastro?

A relação quase sempre acaba num confronto entre os parceiros e se desgasta muito rapidamente.

No geral a culpa é do homem mesmo, mas há muita mulher que também não é exatamente uma performer na cama.

Já tive algumas parcerias com jeito de ameba. Aí não dá não!

É preferível fazer uma massa de pão bem macia ou comprar uma boneca inflável.

A religião tem grande parte nessa responsabilidade. Ela é restritiva, intimidadora, castradora.

Exceção feita a alguns religiosos tarados e degenerados de uma maneira geral quem se apega muito a Deus e aprofunda a sua religiosidade é péssimo para fazer sexo.

Não atoa estamos cheios de neuróticos e malucos espalhados pela ruas. Um bando inacreditavelmente grande de psicopatas.

“Faça amor, não faça a guerra.”

A presidente Dilma Rousseff deve, seguramente, ser a pessoa que mais usa a expressão “foda-se!” neste país.

Meu governo tá ruim? Foda-se!

A inflação está disparando? Foda-se!

Não vai ter copa? Foda-se!

Vou perder a eleição. Foda-se!

A extensão dessa fodeção a gente vai ver em outubro.

Nenhum comentário:

Postar um comentário